Conheça os nossos tratamentos

Toxina Botulínica

A toxina botulínica é uma neurotoxina, produzida pela bactéria Clostridium botulinum.
Para fins terapêuticos, é utilizada uma forma purificada, congelada a vácuo e estéril da toxina botulínica tipo A, produzida a partir da cultura da cepa Hall da bactéria Clostridium botulinum. Esta forma proporciona maior duração dos efeitos terapêuticos. Quando aplicada em pequenas doses, ela bloqueia a liberação de acetilcolina (neurotransmissor responsável por levar as mensagens elétricas do cérebro aos músculos) e, como resultado, o músculo não recebe a mensagem para contrair.

Inicialmente usada na oftalmologia para o tratamento do estrabismo, é utilizada no blefarospasmo, espasmo hemifacial, distonias, espasticidade e bruxismo.
Além das indicações terapêuticas, ganhou lugar de grande importância na dermatologia para o tratamento da hiperidrose palmar e axilar e para correção e prevenção das rugas dinâmicas ou linhas de expressão.

Botox é a marca referência da toxina butinolina tipo A, produzida pela farmacêutica americana Allergan.

No Brasil, a marca BOTOX® foi aprovada em 1992 para indicações terapêuticas e, em 2000, para o tratamento de rugas e hiperidrose axilar e palmar. Mas por ser a primeira aprovada, BOTOX® tornou-se muito conhecida e, por isso, sinônimo do procedimento.

O efeito começa após 24 horas da aplicação sendo gradativo a cada dia e atingindo o ápice por volta do décimo dia. Se necessário alguma complementação, esta deverá ser realizada entre 10 e 20 dias após aplicação. Com duração média entre 4 e 6 meses, a toxina pode ser reaplicada depois desse intervalo se for interesse do paciente.

Voltar